quarta-feira, 17 de junho de 2015


“Ensine-me o que é paixão, pois temo que esta já esteja extinta
Me mostre o amor, me proteja da dor
Ha muito mais que eu gostaria de oferecer aqueles que me amam
Me desculpe
O tempo dirá este cruel adeus
Eu não mais vivo para envergonhar, nem a mim e nem a você.

E você… Gostaria eu de não sentir mais nada por você..."

<3